Segundo o novo Relatório de monitoramento global da educação da UNESCO: "os alunos considerados diferentes da maioria têm maior probabilidade de sofrer bullying."Nesse contexto, ações especificas de educação não formal são imprescindíveis para reverter o quadro - em especial com jovens em dia com a educação formal.